ACORDANDO DO SONHO – PARTINDO PRA REALIDADE.

Viva o facebook. Embora eu deteste essa merda, outro dia fui verificar as atualizações e o que vejo? Uma postagem de Mharia falando que ela estaria em um parque aquático, do qual sou sócio, no final de semana… Era a oportunidade que eu esperava para poder dar o troco naquela safada…

Já havia passado quase um mês do dia em que ela me pegou de jeito e me deu uma inesquecível chupada… Meu pau lateja toda vez que eu me lembro daquela garganta engolindo a cabeça dele…

Enfim… Não pensei duas vezes e fiz uma reserva para passar o final de semana nas acomodações. O pacote mais interessante incluía a sexta, etão cheguei à noite de sexta e aproveitei para relaxar bastante e descarregar o stress..

Chegou o sábado e a encontrei por volta das 11h, próxima a piscina e com mais duas amigas. Ela tirando a saidinha de praia é a coisa mais maravilhosa do mundo… Aquele rabinho empinando parecia chamar meu nome. Acerta a parte de cima do biquíni, faz pose de gostosa e continua o bate papo com as amigas. Eu continuo a beira da piscina, observando a paisagem… 

Ela finalmente me vê. Eu tomo mais um gole do coquetel e folheio o jornal, fingindo não notá-la. Ela vira de costas pra mim e agita as mãos, numa infantil tentativa de fingir que não havia me visto e falando algo com as amigas. Uma a uma elas olham pra mim e começam a rir entre elas, fazendo um pequeno grupo de fofocas… Rsrsrs. Me divirto muito com a situação…

Uns 10min depois, resolvo dar um mergulho. Tomo uma ducha e desço discretamente pela escada. Mergulho e começo a já imaginar como eu daria o bote. Respiro fundo e dou outro mergulho e começo a pensar em procurá-la visualmente. Não a encontro, então paro de procurá-la, para não dar na pista, e volto para o meu cantinho, fora da piscina. Me seco, pego minhas coisas e caminho rumo à cantina. 

– Uma pina colada, por favor.

Envio um torpedo profissional, sobre uma reunião… Relaxo e percebo alguém suspirando pra começar a falar algo comigo. Fui mais rápido que ela (me arriscando a poder errar e falar com uma desconhecida) e disse:

– Servida, Mhary?

– Desgraçado – fala ela me socando as costas – você me viu e não foi falar comigo?

– Não… Eu vim por causa do seu post no face: “passar o final de semana sem o marido e com as amigas no…”

– E você veio atrás de mim? Desgraçaaaado… Sabe que a Vivi tá aqui, né? e ela é maior dedo duro…

– Então não deixa ela saber, ué… Vem comigo.

Levantei e fui ao meu apartamento… Ela veio comigo, tentando evitar o sorriso solto de safada…

Subimos o elevador e ela já pulou no meu pescoço… Eu de sunga de praia e o volume aumentando, ela tirou a cabeça pra fora e ficou massageando a ponta enquanto me beijava. Pedi pra ela parar por causa da câmera. Ela não teve coragem de olhar pra lá mais. Rimos bastante disso.

Entramos no quarto e ela veio cheia de tesão… Falando que tinha que ser rápido e que o coração dela estava batendo forte e que ela tinha que dar de qualquer jeito. Mandei ela ficar calma e fui tirando a calcinha do biquíni dela:

– Hoje quem manda nessa porra sou eu, cachorra…

A deixei sentada na cama, com as pernas abertas… A buceta depiladinha aparecia e comecei a dedilhá-la, enquanto beijava sua boca. Coloquei meu joelho na cama, bem próximo à buceta. Tirei minha mão e continuei beijando-a… Ela suspirava fundo e esfregava a buceta no meu joelho e cochas, fazendo com que eu sentisse o quanto ela estava melada e tesuda… 

Virei-a e a posicionei de 4. Comecei a esfregar o pau na buceta e no cuzinho dela, esfregando o mel que escorria dela e da cabeça do meu pau em todos os orifícios penetráveis ali atrás… E que cuzinho delicioso, viu… Aquele buraquinho é muito fácil de entrar quando a mulher sabe usar…

Comecei pela buceta mesmo. Enquanto eu fodia sua buceta, ela pôde observar ao lado da cama uma taça de vinho e um prosecco  Salis, ao lado da cama, com um bilhete escrito: “Aquela mamada foi inesquecível…”. Ela arriou na mesma hora em que leu… Abriu as pernas, gemeu e deu uma rebolada gostosa… Meti mais forte e senti que ela gozou com força… Ela melou mais do que nunca e rebolou me xingando das mais variáveis formas… 

– Seu tarado filho de uma puta… Planejou me comer né vadio? Agora aguenta… Mete no cuzinho, vai…

E ela achando que podia mandar… Meus dedos já estavam no no cuzinho dela antes de ela pensar em ler o bilhete e eu já estava preparando o terreno. Puxei o cabelo dela e falei:

– Quem manda nessa bunda sua hoje sou eu, cadela. Cala a boca.

Continuei metendo cada vez mais forte, mas percebi que o tesão estava muito alto e eu poderia gozar a qualquer instante se eu continuasse… Tirei meu pau e desci da cama… Ela continuou gemendo de quatro e falando baixinho:

– Não… Não para não… Por favor não para…

Dividia os dedos entre a buceta, o cuzinho e a boca, numa incontrolável masturbação pra manter o tesão que sentia… Se reclinava na cama e empinava o rabo o quanto podia…

Enchi a taça de vinho e tomei um gole… Fui pra frente dela e falei: – Mama, cadela…

Ela caiu de boca… Mamou gostoso. Ela é uma artista do boquete de dar inveja às mais safadas porn stars. 

Puxei o cabelo dela pra tirar sua boca de meu pau e lhe dei a taça cheia de vinho:

– Bebe… Agora eu detono seu cuzinho…

 

Ela bebia e olhava pra trás… Posicionou a garrafa do prosecco de forma a poder reabastecer sua taça sempre que possível. Afastou os joelhos e vi seu cuzinho latejar pra mim.

Enfiei o pau na buceta e o dedo no cuzinho… Tirei o pau de lá e comecei a esfregá-lo na budinha… Deixei a cabeça ir melando e fui percebendo o cuzinho se abrindo pra mim… Esfregava de cima pra baixo, passando pelo cu e pela buceta… A cada vez que passava pelo cu, mais fácil a cabeça entrava. Foi entrando aos poucos e ela gemendo e tremendo falou:

– Eu sei usar isso, caralho… Não sou virgem de cu não, porra… Mete logo filho da putaaaaa…

Puxei o cabelo dela e enfiei o pau aos poucos. Pensei em estocar com força, mas pela gemidinha que ela deu eu percebi que ela não teria aguentado e eu poderia ter estragado aquilo que estava uma delícia… Mandei ela pegar um gelzinho que estava debaixo do travesseiro e lá estava o ky que eu havia comprado pra ela…

– Já disse que não preciso disso…

– Já… Já disse. Mas quem manda aqui sou eu. Me dá logo essa porra que eu quero te detonar em grande estilo…

Lambuzei o cuzinho dela com KY enquanto metia… Fui metendo cada vez mais forte e enfiando o gel pra dentro, de forma que ela tentava em vão pressionar meu pau e ele escorregava cada vez mais gostoso pra dentro…

Ela gemeu e gozou no anal mesmo, percebendo que se ela soube “me ter” no controle usando apenas a boca, eu também sei meter e obter o controle, com meus artifícios…

Estava realmente impossível controlar o gozo… Então puxei o pau pra fora e, sem eu falar nada, ela já virou sedenta e dizendo: GOZA QUE EU QUERO.

Gozei fora da boca de propósito… Gozei na cara e espalhei com a mão falando:

– Me fez gozar, cachorra? Foi bom? Agora minha vez de fazer você gozar do meu jeito… Era esse amante que você procurava? Toma…

Ela ficou molinha na cama… Praticamente acabada… Com cara de quem não aguenta mais nada…

Disse, balbuciando, algo incompreensível:

– guailersftrsfoco

– O que?

– Troco… Eu disse que vai ter troco!!!

– Vamos ver… Vamos ver…

Te espero lá embaixo.

 

Voltei pra piscina, com meu jornalzinho e minha cara de cínico. Sentei e aguardei com o mesco coquetel e o mesmo par de óculos. As amigas me olhando e eu numa posição em que as via por um espelho panorâmico distante. Elas não paravam de cochichar.

 

Mhary veio logo depois. Deixou a chave na recepção e soube, pelo recepcionista, que minha reserva a incluíra. Infelizmente ela não pôde pernoitar, pois tinha um corno a esperando… Mas antes de ir embora de vez com as amigas, no final da tarde, subimos pra mais uma bela trepada… Dessa vez sem dominação: Só duas pessoas se fazendo gozar…

[Comente]

Anúncios

Sobre T.A.D.

T.A.D. É um personagem, que diz o que passa na cabeça de seu autor. Visite o blog mais vezes para tirar suas conclusões: http://migre.me/b2PzD
Esse post foi publicado em Texto Solto. Bookmark o link permanente.

5 respostas para ACORDANDO DO SONHO – PARTINDO PRA REALIDADE.

  1. Tara Flux disse:

    Eu não sei se fiquei com mais inveja de você, dela, da taça de vinho, do seu joelho…
    Aff, que delícia, como sempre!

    Beijoselambiidas, Flux!

  2. mharia disse:

    Adoreiiiiiiiiiiiii,faço só uma resalva, ao termo corno…não gosto, ,me deixou bem molhadinha, e com uma enorme vontade de sentir esse gozo, e aqui também ficou “piscando”(gargalhadas) e muiiiiiiiiiiitooo!!!Bjks querido!!!!

    • T.A.D. disse:

      Sorry pelo “corno”. Foi fora de expresso e achei que se encaixaria bem ao conto… Nos prximos vrios que podem vir, prometo no utilizar essa expresso, ok? Quanto a voc ter ficado molhadinha… S posso dizer que adoraria lhe mandar um beijo e uma lambida nesse caldo que lhe escorre… At mais/At sempre…

      > Date: Mon, 22 Apr 2013 14:15:17 +0000 > To: traumaadois@outlook.com >

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s