Degustada ….

Ele me olha, me admira… me despe com seu olhar malicioso, sua boca, com um leve mordiscar no cantinho, faz aquela cara de safado ficar inebriante…

Eu, presa na cama com minhas algemas, apenas posso deseja-lo e suplicar por seu corpo em mim… Ele me olha mais um pouco… Pega o óleo que compramos, óleo de  maracujá .. Começa a jogar gotinhas em meus pés… massageia-os com delicadeza e carinho… Sobe um pouco mais, Panturrilha, coxas… dedica um bom tempo em minhas coxas… sobe mais um pouco, barriga, ali ele brinca… mordidas, chupões …

Devagar vai subindo suas mãos até chegar em meus seios… Impressionante o que esse homem sabe fazer… como ele dedica o tempo dele nos meus seios e como ele sabe que eu adoro,  mordisca, beija, lambe chupa… e eu ali me retorcendo… Sussurei:

– Me solta da cama…

Ele me olhou, e disse:

– NÃO…
E foi descendo devagarzinho, mãos nos meus seios… Foi me beijando até chegar no meu sexo, e ali na grutinha da “putinha” DELE… Ele se fez: Lambeu… Beijou… Chupou… Me penetrou com a língua, com o dedo… Lambeu meu cuzinho, devagar… Rápido… E eu me contorcendo de tesão, presa naquela merda daquela cama… De quem mesmo foi a ideia da algema? Ah lembrei… FOI MINHA!!

Ele lentamente subiu no meu corpo… Veio próximo a minha boca, colocou aquele membro (pau, pica seja la como você queira chamar):

– É ISSO quue você quer???

Fiz carinha de pidona  ele ficou ao meu lado… Fodendo minha boquinha… Eu apenas trabalhando coma  língua e a boca, e ver a cara dele de prazer estava me enlouquecendo… E eu sabia como ver ele pirar… Coloquei o pau dele na boca… dei uma leve mordidinha e falei:

-Goza para mim?

Vi ele se estremecer todo e continuar a foder minha boquinha, gemendo de tesão… E ele gozou. Não aguentou e gozou… Me lambuzando toda do jeito que eu gosto… E eu ali, ainda me contorcendo de prazer, ouvi ele dizendo:

-Safada… É pica que tu quer?

E eu respondi:

-Sim!

Não demorou para uma nova ereção aparecer… Ele me desamarrou… Me pôs de quatro puxou meu cabelo e meteu em mim…  Olhando para minha cara de tesão  através do espelho… Nossos corpos suados… Não demorou para que eu gozasse, e ele também… E eu gozei de novo… E de novo… E de novo… E de novo…  

Quando terminou, deitamos… Eu sobre o peito dele e ele falou:

– Hoje eu não te comi… TE DEGUSTEI! E que sabor maravilhoso você tem…

Um beijo gostoso a vocês meus “tesões…”

 

“Eu sou navalha
Cortando na carne
Eu sou a boca
Que a língua invade
Sou o desejo
Maldito e bendito
Profano e covarde…”(Isabella Taviani – Lúxuria)
Anúncios
Esse post foi publicado em Acid Angel, Acid Angel, Conto, Parceiria, Putaria, Texto Solto. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Degustada ….

  1. Eros disse:

    E que deliciosa degustação é esta leitura…

  2. Sorryicantfly disse:

    Devasso… profano… libidinoso e uma excelente sugestão para o fim de semana 😉
    Bjlhões Linda Angel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s