E.L.A. e T.A.D…

Esse post é uma continuação de algo que não foi postado aqui. Então antes de ler, obrigatoriamente leiam http://miduas.blogspot.com/2011/08/trauma-dois.html

O voo dele já havia chegado ao local. Entusiasmado em finalmente sentir o gosto e se realizar com ELA, TAD planejou cada detalhe (mesmo sabendo que era possível que tudo corresse deliciosamente fora dos planos). Alugou um carro, reservou o hotel. Lia o jornal do dia enquanto a aguardava, e revia mentalmente o que havia preparado para aquela tarde:
Carro? Ok
Hotel? Ok
Vinho: Finca Antigua Reserva…? Ok.
Restaurane?… A verificar…
Petiscos?… Frigobar do hotel.
Camisinha? Ok.
Vaselina? É… vaselina. Será que eu compro? Será que é ofensivo chegar pra uma moça casada com um KY logo na primeira?

Refletindo sobre isso, chegou a uma conclusão: Se ela quer aventura, vou fazê-la de cachorra mesmo. Vai rolar KY e o escambal!!! Ainda faltavam 40min para a chegada do vôo quando TAD voltou para o aeroporto e reviu ansiosamente a lista pela segunda vez:
… ok
Petiscos?… Frigobar do hotel
Camisinha? Ok
Vaselina? Ok
Morangos? ok…
Nesse momento ele percebe alguém parado à sua frente… pernas deliciosas cobertas apenas acima do joelho por uma saia xadrez vermelha… Só faltou o caderninho na mão e o lápis na boca… Sua imaginação deu mil voltas!

Levantou-se lentamente passando o rosto bem próximo àquela barriguinha, respirando profundamente como quem aspira a alma alheia, e parando bem próximo ao rosto d’ELA…
– ELA?
– TAD?
– Prazer. A partir de agora, Thiago.
– Daí o TAD? nunca pensei… Prazer, Eliana.
– Hum… ELA? Faz sentido…

Embora ambos tivessem mentido, não deixou de ser uma lógica interessante a ser seguida e respeitada…
Os 3 beijinhos foram propositalmente dados bem úmidos, na beirada da boca. TAD pressionou o pau em seu corpo enquanto dava os 3 beijos e forçou uma latejada, pra ELA perceber. Ela esbarrou disfarçadamente a mão sobre o pau e pressionou dois dedos na cabecinha durante esse simplório ritual de apresentação, o que deixou bem claro para ambos que dalí em diante não havia mais barreiras entre eles. Já estavam despidos de timidez.

Entrando no carro, que TAD já alugara com uma película de insulfilm para ter maior privacidade, o amasso foi inevitável. Beijos molhados com línguas ousadas dividiam as atenções com dedos e mãos trôpegos. Enquanto mordiscava os lábios de TAD, em súplica ELA dizia: Pro hotel, rápido… Pro Hotel, TAD…

Câmeras no elevador… o tesão só aumentando… não dava pra olhar pra ela e não parar pra ajeitar o pau melado na cueca… tivera a impressão de que várias pessoas perceberam o volume em sua calça. ELA levava vantagem… os seios arrepiados carregavam sobre sí a desculpa da temperatura de 12º que fazia naquela tarde…

Entrando no quarto, ELA foi pra tras da porta…
TAD se aproximou… ficou a menos de 1 dedo de seu rosto…
A respiração ofegante para ambos… Espectativas… Medos… Tesão… Súplica… Cumplicidade…
Os olhos desviavam apenas para olhar seios os seios…
Sem olhar para a porta, TAD colocou o cartão que abria a porta no devido suporte, travando-a e registrando para ambos que agora havia privacidade. O beijo foi lento… Carinhoso… Apaixonado…

Sentimentos estranhos para uma dupla que se conheceu apenas por blogs.

TAD desceu sobre seu corpo, alisando cada pedacinho… apreciando a beleza que vislumbrava…

– Comprei pra você… Gostou?
– A calcinha? Ficou linda em você…
– Já viu como ela fica bonita em cima da mesa?
– Hum… tenho uma garrafa de vinho que vai adorar tê-la como cia…
– TAD… Me deixa do jeito que você quer, vai… Me usa, filho da puta…

A parte 3 do conto está  aqui. Leia antes de continuar.

(…ELA sentiu que ele se “derreteu” inteiro… )

Percebendo que poderia gozar também a qualquer instante, TAD resolveu mudar de ambiente… Colocou-a de quatro por sobre a cama, onde dera de frente com uma enorme cortina. TAD chupou profundamente sua xana quente e melada, enquanto ELA empinava sua anca e mordia o travesseiro…
TAD interrompeu a foda por alguns segundos, sob os quase mudos suspiros de ELA dizendo:
– Porra… para não… não… por favor…
TAD abriu as enormes cortinas, revelando ao fundo uma ampla vista para a praia de Búzios: “Brava Hotel!!!” definitivamente nunca esqueceriam este nome:
– Te falei que iria te dar o mar durante o sexo? Toma ele!!!
Enquanto ELA olhava boquiaberta aquela vista, TAD vislumbrava apenas aquele cuzinho acima de sua xana… Tad lubrificava o dedo na bocetinha melada e o enfiava aos poucos no cuzinho de sua musa, dando a ELA a previsão de que não ficaria apenas em dedo aquela brincadeira… Ainda de quatro, ELA sussurrou:
– Tá gostando da sua cachorrinha, tá?
TAD respondeu com um inesperado tapa na bunda, um puxão de cabelo que a fez largar a almofada e ficar quase pelas pontas dos dedos na cama, com a coluna completamente envergada. TAD falou ao seu ouvido:
– Para de latir, cadela… Rebola gostoso que daqui a pouco vou pro seu rabinho… seu núcleo de prazer paralelo vai ser meu.
– E por que não foi ainda? Vai deixá-lo só nos dedinhos?
TAD não pensou duas vezes: Penetrou a cabecinha aos poucos no cuzinho enquanto ELA tocava uma siririca…
– Ai… Ai… devagar, TAD… Beeem devagar…
TAD meteu a mão no bolso da calça, que estava ao chão, e retirou o KY… esfregou bastante sobre seu pau e continuou derramando bastante enquanto enfiava e tirava. ELA não percebeu e chegou a achar que TAD tinha gozado, o que a fez embalar a rebolada:
– Isso, TAD… me mela bastante… Era pra você gozar na minha boca, cachorro.
– Acha que estou acabando? Toma… Rebola…

Mudaram de posição, o que fez ELA ver o KY e entender o que acontecera. TAD, agora deitado com o membro pro alto, recebeu sua amazonas por cima:
– Vou cavalgar um pouco…
ELA beijava enquanto o pau entrava sem qualquer auxílio manual em sua bucetinha! Pernas, bunda, cuzinho, coxas… tudo estava melado a essa altura. ELA segurava as mãos abertas de TAD em sinal de dominação, mas sua atitude era de total entrega… Ao seu ouvido, ELA sussurrou:
– Me pede qualquer coisa, TAD… Fala o que tua mulher não faz que eu quero fazer… Te falta mais alguma coisa?
– Quero gozar na tua boca, vadia…
ELA desceu com a língua sobre o corpo de TAD… esfregou seus seios deliciosos sobre o pau melado, fazendo uma deliciosa espanhola… e começou a mamar gostoso…
Ambos estavam cansados da viagem… ambos queriam um banho… ambos estavam traídos pelo tesão… Ambos queriam continuar, mas estavam exaustos. TAD então começou a esguichar lentamente, mas com grosso conteúdo. ELA tomou um jato no rosto, mas logo encheu a boca. Esfregou o pau em sua cara e continuou mamando enquanto limpava cautelosamente o mastro que entrara em erupção.

Ela olhava bem nos olhos de TAD enquanto se exibia como uma profissional engolidora de esperma. Se deliciava e brincava com cada gota, o que fez TAD ignorar todo o preconceito que tinha e beijá-la, mesmo ainda melada…

– Banho?
– Banho. com certeza banho.

Massagens e carícias na banheira encerraram aquela tarde.

ELA revia maliciosamente o que usaria naquela noite, quando finalmente TAD a levaria para a praia de Buzios:
Vestido longo preto, com um enorme decote. Salto alto. Colar…

TAD, disperso aos pensamentos de ELA, acariciava seus seios e revia, mentalmente, o que faria:
Passeio noturno de escuna? Ok.
Champagne??… Ok.
Amasso na areia? A combinar…

Ambos sabiam que tudo sairia deliciosamente fora dos planos…

Fim… Por enquanto.

Anúncios

Sobre T.A.D.

T.A.D. É um personagem, que diz o que passa na cabeça de seu autor. Visite o blog mais vezes para tirar suas conclusões: http://migre.me/b2PzD
Esse post foi publicado em Conto, Enviadas, Parceiria, Participação especial, Putaria, Texto Solto e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para E.L.A. e T.A.D…

  1. Ahhhh! Que bela idéia heim T.A.D?
    Nós 3…. será?
    Onde anda? Tá sumidinho!
    Beijos da ELA

  2. K D o T.A.D.????
    Sumiu…
    Ninguém sabe…
    Ninguém viu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s